Blog Esalqueanos

Causando no whatsapp (Alma; F97)

30/05/2018 - Por fernando de mesquita sampaio
1260 views 9 Gostei 13 Não gostei

Até que fim um assunto capaz de mudar um pouco os memes de caminhoneiros e da falta de combustível dos nossos grupos de whatsapp: a mudança de identidade visual da ESALQ...

Não via uma movimentação tão grande desde o sarau erótico...

Ameaça comunista à vista, nossa deusa jamais será vermelha!

Tá gordinha, deve ser feminista. Devem querer empoderar as minorias.  

Querem botar um boné do MST em Luiz de Queiroz!

E esse L "penetrando" esse Q, deve ser alguma analogia LGBT.

Estão vilipendiando as tradições esalqueanas.

Quem fez essa ECA?

Como ousam! Aux armes citoyens!

Aí uma amiga daquelas que sempre é a última a saber chega num grupo apavorada, do que vocês estão falando? Que logo?  Bambu? Que bambu?

Me lembrei da japinha do Silvio Santos.

"Menas" rapaziada.

Não é vermelho, é bordô. Que para mim remete à Associação Ferroviária de Esportes, de Araraquara, que aliás se o Brasil tivesse mais Ferroviária a gente não tava nessa jaca com os caminhoneiros...Não, não era pra lembrar da AFE, era do Juventus. Porca miseria. Não, era para lembrar de nossos nitossolos vermelhos eutroférricos como explicou alguém (acho que faltei nessa aula). 

Como assim solo exposto? E o plantio direto?

Para mim o Bambu quer nosso logo mais Harvard, menos USP. Chiquérrimo.

O A encarnado não é vermelho? Vamos aproveitar o embalo e pintar ele de azul, seus comunistas.

E a deusa plus size desenhada pelo filho de 2 anos do estagiário da ECA? Se o pessoal da ECA tem dificuldade em projetar deusas gregas nossos grupos de whatsapp podem contribuir com modelos e sugestões.

Aliás tem deusas Ceres pagando peitinho em pinturas renascentistas, deviam ser ativistas do Femen avant la lettre.

Mas olha, na sala do diretor tem o brasão original, na mesma forma de escudo, com a deusa pintada por José Wasth Rodrigues em 1935.

Tá, é verde. Verde é bom, une as pessoas, Agronomia e Floresta. Peraí, me lembrou a Marina Silva...

Meio verde e meio bordô?

Deviam ter consultado os ex-alunos. Vamos lá, cada um dá um palpite. O meu? Deixa a Deusa bonita como estava, põe o escudo, mantém a letra original, verde escuro. O A deixa encarnado mesmo.

Ah, as tradições Esalqueanas não estão em perigo, não por causa disso. Marcas mudam ao longo do tempo. Nosso querido Bambu não é comunista. As intenções são boas. O pessoal da ECA é que não sabe desenhar mulher. A ADEALQ tá lá pra ajudar. Aliás, falando em preservar tradições, 140 sócios mantenedores e 1800 assinando manifesto de repúdio contra o logo em um dia? Convenhamos hein...

Olha, vamos fazer um grupão de whatsapp e vamos decidindo as paradas.

Aliás presidente e deputados pra quê?, vamos fazer isso com o Brasil também.

PUBLICIDADE
APOIADORES